50 anos da Web

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um exemplo maravilhoso de colaboração entre militares, hackers e acadêmicos. Hoje, www é a plataforma de comunicação que conecta o mundo. Não foi pensado para a guerra. Na realidade foi criado para uma biblioteca universal, l’Intergalactic Computer Network [Rede Intergaláctica de Computadores].

A conexão entre os dois primeiros nós da rede foi realizada entre a Universidade de Los Angeles e a de Stanford em 1969. Foi o começo de um sonho há muito desejado por seus designers na ARPA, [Advanced research projects agency] a agência de projetos de pesquisa avançada, para uma biblioteca universal disponível para qualquer pessoa em qualquer lugar, de acordo com o projeto de um jovem psicólogo, Joseph Robnett Licklider, sobre como as bibliotecas deveriam ser no futuro.

O mesmo sonho da biblioteca universal que guiou a mão de Tim Berners Lee ao projetar a Web em 1989, permitiu aos pesquisadores do CERN, em Genebra, acessar o conhecimento necessário para promover a cultura científica. A ideia que teve ao criar a linguagem de hipertexto, que hoje nos permite navegar nas páginas web como se fosse um livro interativo e multimídia. Mas foi Larry Roberts, quem realizou o sonho de Licklider. Seu sucessor, chefe do escritório responsável pela execução do projeto, desenvolveu a ideia da ARPA NET, a rede de computadores da ARPA. Era 1967. A ideia de Roberts era a de criar uma rede de computadores distribuída para evitar a movimentação humana e usar os recursos de computação onde já estivessem, mas precisou resolver vários problemas para conseguir conectar os computadores através de uma linha telefônica normal, traduzindo a linguagem de máquinas diversas e fazendo os bits viajarem sem perdê-los.