Primeiro domingo do Advento 2018

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

 

Deixe seu coração voar!

Não sobrecarregue seu coração (Lc 21,34)

Talvez lhe tenha acontecido sentir “o coração pesado”, esmagado, pela dor, tristeza, decepção ou pela preocupação, cansaço, falta de relacionamentos profundos, portadores de significado e futuro. Quando o coração pesa, dói! E se o coração sofre, é impelido a fugir da realidade, do cotidiano, das relações concretas, das dificuldades, para encontrar formas e espaços “alternativos!”. Mas o coração é feito para voar: sonhar, amar, criar novos caminhos e abrir novas estradas de vida nos desertos do mundo.

Então, o que está esperando? Chegou a hora de salvar seu coração, levando-o nos caminhos da Verdade! Este é o desejo mais sincero que lhe chega neste primeiro domingo do Advento: “O céu e a terra passarão, mas minhas palavras não passarão. Cuidado para que seu coração não fique pesado “(Lc 21, 33-34).

Existe uma misteriosa conexão entre a Palavra de Deus e o nosso coração! No maravilhoso e incrível mundo da Bíblia, o termo hebraico “coração” lev é uma palavra muito pequena, mas de acordo com os mestres de Israel está destinada a grandes coisas. Na verdade, as duas consoantes correspondem à primeira e última letra do Pentateuco, ou melhor, da Toráh (que significa guia, ensino, luz); como se dissesse que o coração é feito para as Sagradas Escrituras e as Sagradas Escrituras para o coração.

Este é para você o segredo dos peregrinos de Deus: seu coração pode conter a Palavra criativa e libertadora, a fonte da verdadeira alegria e esperança para todos, e a Palavra revela o mistério de sua identidade, de sua vocação, pois “sobre mim está escrito no rolo do livro” (cf. Sl 40,8). Nesta reciprocidade dinâmica, acendem-se as intuições de sentido: “Não estava ardendo nosso coração, quando nos falava no caminho, quando nos abria as Escrituras?” (Lc 24,32).

Procure a alegria no Senhor:
Ele atenderá os desejos do seu coração.
Confia seu caminho ao Senhor,
Confia nele e ele agirá
(Sl 37, 4-5).

Francesca Pratillo, fsp

 


Allegati