Orações

2º Domingo da Quaresma 2018

Gramática da Quaresma Filho  Partindo da vida…    A palavra filho reporta-nos a uma relação. Somos sempre filhos de alguém. Nunca estamos completamente separados do mundo. Ser filho é uma vocação: Sempre somos chamados a compartilhar a vida com alguém. Somos filhos porque existe sempre alguém que nos precedeu: a vida não se inicia a… Ler mais »

1º Domingo da Quaresma 2018

Gramática da Quaresma Possibilidades  Partindo da vida    A palavra possibilidade traz-nos esperanças e temores. Se algo é possível significa que nem tudo é possível. Mesmo aquilo que é possível requer empenho para se tornar concreto. Podemos passar a vida inteira imaginando possibilidades ou mesmo desperdiçando as ocasiões. Nossa vida é uma vocação. Somos continuamente… Ler mais »

Epifania do Senhor 2018

Oração o ritmo da vida Chegamos ao final do tempo de Natal e a Liturgia da Epifania lembra-nos que a Adoração dos Magos nos mostra o ele- mento no qual se fundamenta nossa vida espiritual: a oração, ou melhor, a adoração que nos leva a entrar em relação com Deus reconhecendo quem somos nós e… Ler mais »

Solenidade da Mãe de Deus 2018

A morada de Deus Não é por acaso que, no dia que a Igreja celebra Maria, Mãe de Deus, se celebre também o Dia Mundial da Paz. De fato, a presença do Espírito, que enche o coração e o seio de Maria, lembra-nos que somente se nos deixarmos habitar pelo mistério celebrado no Natal, o… Ler mais »

Natal 2017

É Natal, Deus se encarna e manifesta a sua Glória, assim o que sempre foi inacessível, finalmente, tornou-se conhecido. Somente quando esta Glória é proclamada, no alto dos céus pode haver paz na terra, como os anjos cantaram na gruta de Belém. Este último passo de nossa caminhada, fala-nos justamente da paz, fruto do Espírito,… Ler mais »

2º Domingo do Advento 2017

Ver o invisível Continuamos nosso caminho de Advento, entrando num outro aparente paradoxo da vida espiritual: “ver o invisível”. O segundo domingo do Advento sugere-nos um elemento fundamental para ver com os sentidos físicos, aquilo que não se pode ver. Poderíamos quase defini-lo como “o domingo da voz”. Nesta palavra, na verdade, encontramos muitos sinais… Ler mais »

Ama e faz o que queres!

Quando silencias, que seja por amor; quando falas, fala por amor; quando corriges, que seja por amor; quando perdoas, que seja por amor; haja em ti a raiz do amor, porque desta raiz só pode derivar o bem. Santo Agostinho