Abiblioteca mais antiga do mundo será digitalizada

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Será digitalizado o patrimônio do mosteiro de Santa Catarina, guardado no que é considerada a biblioteca mais antiga do mundo em funcionamento. Os pergaminhos e os preciosos manuscritos estarão disponíveis no modo de acesso aberto, graças a um acordo entre o mosteiro, a biblioteca da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e Early Manuscripts Electronic Library e Arcadia Fund, um grupo filantrópico britânico que se ocupa da conservação do patrimônio cultural.

Construído entre 548 e 565, no Monte Sinai, o mosteiro de Santa Catarina é o mosteiro cristão mais antigo ainda em funcionamento. Em 2002, foi declarado pela Unesco Patrimônio mundial. Sua coleção de antigos pergaminhos e manuscritos medievais é a segunda pela importância, superada apenas pela do Vaticano.

O processo de digitalização prevê a criação de 400 mil imagens, incluindo textos escritos na antiga língua siríaca e importantes documentos da literatura árabe cristã do VIII século, quando as comunidades cristãs foram influenciadas pela expansão do Islam e muitos escribas traduziam as escrituras e as liturgias cristãs em árabe.

Os extraordinários manuscritos da biblioteca que exploram temas que vão da história à filosofia, da medicina à espiritualidade, por várias razões nunca foram facilmente acessíveis aos estudantes e estudiosos. Agora todos terão a possibilidade de acessar virtualmente estes preciosos textos.